Guia Completo Sobre NFTs – Os Tokens Não Fungíveis

0

Nos últimos artigos já conversamos muito sobre blockchain, tokens e falamos também sobre as diferenças entre tokens e as criptomoedas. Com toda essa bagagem já estamos aptos para discutir mais sobre conceitos avançados e mais recente de tokens: O “Non Fungible Token” também conhecido como NFT.

Há também uma razão válida pela qual todos nós precisamos ter um bom entendimento dos Tokens Não Fungíveis. De acordo com alguns especialistas, os NFTs podem moldar o futuro do blockchain, e é por isso que eles estão em alta já em 2018.

Tokens Não Fungíveis: Um Detalhamento

O termo “fungível” significa algo que pode ser substituído por algo muito semelhante, então, pelo nome de Tokens Não Fungíveis, podemos entender facilmente que estamos falando de um tipo de token que não pode ser substituído por outro token similar, por ser único e não intercambiável.

Mas isso não é suficiente para entender o conceito por trás dos Tokens Não Fungíveis, então vamos detalhar este conceito mais profundamente.

No contexto de blockchain e criptomoeda, os tokens são um conceito chave pois os tokens também estão disponíveis em diferentes formas e são usados ​​por diversos motivos. O NFT é um tipo de token que possui recursos e aplicativos exclusivos.

Você também pode ler nosso guia detalhado sobre diferentes tipos de tokens aqui.

No contexto das criptomoedas, a questão de fungível, que remete as formas de contrato e especificação das relações individuais, é uma questão importante. De fato, para qualquer moeda, tradicional ou digital, o lastro é desejado, já que a maioria das moedas visa ser um meio de troca.

Por exemplo, você pode trocar dólar americano por qualquer outro dólar americano e com algumas mudanças de valor no câmbio, você também pode trocá-lo com a libra esterlina, ou pesos argentinos. Isso é fungibilidade.

Se você emprestar uma cédula de dólar a alguém, você não esperará receber a mesma cédula de dólar com o mesmo número de série, certo? Isso é fungibilidade. No entanto, se você emprestar a alguém um cartão de beisebol de edição limitada, você precisará do mesmo cartão de beisebol de edição limitada, e isso não é fungibilidade.

A fungibilidade também é uma característica fundamental de todas as principais criptomoedas como Bitcoin e Ethereum.

No entanto, o NFT surgiu como um novo tipo de token com seu conjunto exclusivo de recursos, e também possui algumas aplicações muito interessantes. Como o conceito é novo muitas pessoas não entendem seus recursos que podem ser usados amplamente no futuro.

Neste artigo, vamos examinar as definições, recursos e aplicativos em detalhes, portanto, continue lendo.

O que são os tokens não fungíveis?

O NFT é um tipo de token que não é intercambiável e distingue-se um do outro. Essa característica faz com que seja diferenciada e desejável em alguns casos.

Como mencionado acima, um exemplo da vida real pode ser um cartão de baseball de edição limitada. Outro exemplo é um bilhete de avião, já que você não pode trocar seu ingresso com o de outra pessoa.

Isso é um token virtual que pode ser criado para comprovar autenticidade a seu proprietário, através de criptografia.

Por exemplo, se você tiver uma propriedade virtual, como uma obra de arte virtual, você poderá criar um Token Não Fungível para simbolizar o trabalho artístico. A NFT que você possui agora reflete que a propriedade da obra de arte pertence a você e não é intercambiável porque sua arte é única. O NFT é armazenado no blockchain como sua propriedade.

O Token Não Fungível é o melhor exemplo de como um token pode ser usado para criar escassez, o que resulta na criação de valor para esse token. O melhor caso é o CryptoKitties, que será discutido em detalhes nos próximos parágrafos. Esse fundo digital foi vendido por até 120.000 dólares em CryptoKitties, seguindo este princípio.

Você também pode definir Tokens Não Fungíveis como:

“É um tipo de token que cria escassez digital e pode ser verificado sem qualquer organização centralizada que o autentique.”

Para isso, os NFTs usam blockchain, o que permite que esses tokens usem uma maneira descentralizada de manter itens digitalmente escassos.

NFTs Fornecem Novas Oportunidades Para os Investidores

Nos últimos meses, os NFTs são muito utilizados para esse fim. Muitas pessoas estão criando arte digital ou coisas digitais diferentes, muitas vezes nada mais do que lixo inútil, e tokenização usando NFTs para criar valor.

No entanto, há um uso mais produtivo de NFTs que está se tornando popular e espera-se que seja popular no futuro próximo por se tratar de um token de ativos físicos, bem como ativos virtuais valiosos, como obras de arte reais, e itens raros com finalidade de transformá-los em títulos simbólicos. Isso cria uma nova oportunidade para investimento.

Em palavras simples, ao simbolizar os ativos tangíveis, os investidores podem ter mais liquidez.

Além disso, tenha em mente que o NFT é um fenômeno recente, mas com muitos aplicativos. A maioria das pessoas ainda está no processo de entendê-lo e encontrar maneiras de implementá-lo e usá-lo.

Quem Criou o NFT?

O primeiro Token Não Fungível foi criado por Witek Radomski, o cofundador da Enjin Coin, quando ele escreveu o código para a primeira moeda em junho de 2017. No entanto, o código foi lançado ao público dois meses depois, em agosto.

Exemplos de Tokens Não Fungíveis e Aplicações

Tokens não fungíveis são usados ​​de várias formas hoje em dia, e você pode encontrar vários exemplos de NFT como:

Games:

Um dos primeiros usos. Esta nova abordagem foi introduzida a partir de um modelo de NFT desenvolvido pela CryptoKitties através da tecnologia do blockchain da Ethereum e dos registros de regulação do ERC-721. No jogo você pode comprar, criar e vender gatinhos digitais, que numa regra de livre mercado se valorizam com personalizações e funcionalidades que possa ser atribuída aos bichanos.

Isto iniciou a ideia de Tokens Não Fungíveis. O jogo se tornou tão popular que as vendas ultrapassaram 12 milhões de dólares em um ano.

Outro exemplo popular é o Decentraland, que é um tipo de jogo sobre terras digitalmente escassas e você pode comprar, desenvolver e vender o terreno em Decentraland usando Tokens Não Fungíveis. Você tem total controle sobre sua propriedade e pode construir qualquer coisa sobre ela e até torná-la única e usar diversas estratégias para agregar valor a ela. O jogo usa o mundo virtual de 360 ​​graus, dando a sensação de que você está no mundo real.

A propriedade dos ativos do jogo nos jogos acima usando Tokens Não Fungíveis criou valor para esses ativos. Você pode vender seus ativos no jogo em ambos os jogos, com lucro, vendendo seus Tokens Não Fungíveis.

Existem diversos jogos que surgiram com o mesmo conceito, fazendo uso do NFT. Tokens não fungíveis abriram uma porta de possibilidades para a indústria de jogos, que já está crescendo quando se trata de receita e crescimento anuais usando o NFT, as pessoas agora podem comprar e vender seus personagens do jogo.

Itens Colecionáveis:

Um dos exemplos mais comuns de NFTs é o uso desses tokens para manter ativos digitais em seu nome.
Já discutimos o exemplo de uma arte digital acima. E você pode criar uma NFT para qualquer ativo digital para torná-lo único e como seu ativo virtual.

Em poucas palavras, os NFT oferecem propriedades indiscutíveis de ativos no jogo, bem como bens virtuais. Existe a possibilidade de que, em um futuro próximo, ele também seja usado para a posse de itens tangíveis, como a propriedade da casa.

De fato, de acordo com um artigo publicado recentemente na Forbes, Tokens Não Fungíveis de itens colecionáveis estão desempenhando um papel para fortalecer os títulos lastreados em ativos.

Licenciamento:

Outro ótimo exemplo de uso efetivo do NFT está ligado ao licenciamento de software. Segundo especialistas, a criação de licenças baseadas em NFT pode reduzir a pirataria e poderá permitir que as pessoas vendam sua licença em mercado aberto para obter lucro. Dessa forma, os usuários conquistam uma alternativa as assinaturas anuais usando um software contra a licença adquirida e, isso permitirá que o usuário venda o licenciamento para outra pessoa, pois, a licença, nesse caso, atua como um ativo para os usuários.

Os desenvolvedores de software também podem se beneficiar, pois podem criar contratos inteligentes que permitirão a participação nos lucros na revenda ou qualquer outra coisa que também possa gerar receita para o desenvolvedor original.

É uma situação ganha-ganha que a NFT oferece a usuários e desenvolvedores e pode reduzir a pirataria, uma vez que também permitirá que os usuários ganhem algum dinheiro com a compra.

Padrão Token Não Fungível

No caso de tokens fungíveis, o padrão mais comum é o ERC-20, que é baseado no Ethereum.

No entanto, os Tokens Não Fungíveis utilizam um conjunto diferente de padrões e protocolos, como o ERC-721, que é baseado no Ethereum, ou a sua mais recente atualização ERC-1155, ou um padrão diferente baseado na plataforma blockchain NEO.

A seguir, falaremos mais sobre detalhes nos padrões de Tokens Não Fungíveis.

O que é o ERC-721?

Atualmente, a maioria dos NFTs são implementadas na plataforma Ethereum como tokens ERC-721. Você pode encontrar outros tokens sob os NFTs, com diferentes padrões e outros protocolos e blockchain, como o NEO ou EOS, mas o ERC-721 é atualmente o padrão NFT mais popular.

O ERC-721 apresenta um conjunto de funções e atributos padrão que o definem, na forma de um contrato inteligente. Você precisa seguir estes atributos e funções para possuir, negociar e gerenciar o ERC-721.

Simplificando, o ERC-721 nos fornece um padrão para criar e trocar Tokens Não Fungíveis e cada token ERC-721 é exclusivo, o que não é o caso dos tokens ERC-20.

Há outra diferença fundamental entre os tokens ERC-721 e ERC-20. Os tokens ERC-20 são divisíveis, assim como você pode dividir R$ 10 em duas notas de R$ 5. No entanto, os tokens ERC-721 não são divisíveis. Alguém em sã consciência pode dividir o ingresso ou um cartão de beisebol? Não, é o mesmo caso dos Tokens Não Fungíveis.

O ERC-721 é atualmente o padrão mais utilizado para arte digital e jogos de blockchain. Ele foi usado por centenas de Dapps até agora, e mais de um milhão de tokens únicos foram criados.

Você também pode ler detalhes sobre o contrato inteligente, bem como o conjunto de funções e atributos do ERC-721 aqui.

ERC-721 vs ERC-1155

Mesmo que o ERC-721 tenha alavancado um grande sucesso e consequentemente, gerado cerca de milhões com NFTs, ela ainda possui algumas limitações. Por exemplo, foi muito caro, e de acordo com o criador do Token Não Fungível, Redomski, também ineficiente para implantar grandes bancos de dados de itens.

Para superar essas deficiências, Witek Radomski decidiu criar seu próprio padrão, o ERC-1155. Isso significa que o ERC-1155 é uma versão avançada e melhor do ERC-721 que oferece muitas novas possibilidades para criar NFTS.

Por exemplo, com o novo padrão ERC-1155, agora você pode usar um número infinito de Itens Não Fungíveis e Fungíveis em um único contrato inteligente implantado. De acordo com Witek Radomski, também é fácil para a rede blockchain manipular.

Ele também afirma que este novo conjunto de padrões não é bom somente para a indústria de jogos baseada em blockchain, mas também uma boa opção para criar tokens para todas as formas de propriedade, não importando o digital ou o tangível.

Como o ERC-1155 Pode Ser Uma Alternativa Melhor Para o ERC-721 e o ERC-20?

O ERC-1155 foi desenvolvido em resposta às limitações do ERC-721 e do ERC-20, o que o torna uma alternativa melhor. Por exemplo, o problema comum com o ERC-721 e o ERC-20 é a limitação da implantação de contrato inteligente separado para cada tipo de token individual. Isso dá origem a uma quantidade infinita de dados repetidos nos tokens ERC-20 e ERC-721.

O que isto significa? Um código repetido em milhões de tokens em máquinas em todo o mundo, resultando em desperdício de energia de processamento, eletricidade e espaço de armazenamento.

O padrão ERC-1155 é a solução para o problema acima. No novo padrão, você pode armazenar a maior parte do código em um contrato central para cada variação de token, que recebe um número de identificação.

Em seguida, cada novo token que requer o mesmo código pode usá-lo por meio de um ID atribuído. Com essa ID, você pode usar a codificação sem precisar copiar e colar os mesmos dados.

O ERC-1155 também permite executar mais de uma tarefa complexa em uma única transação. Isso reduzirá o congestionamento no blockchain Ethereum. Por exemplo, no padrão ERC-1155, operações como aprovação, transferência, negociação e fusão tomam arrays como parâmetros. Isso permite que você execute em torno de 100 a 200 funções em uma única transação.

O ERC-1155 também permite que você crie tokens fungíveis e tokens não fungíveis, algo que não era possível com ERC-20 (apenas tokens fungíveis) e ERC-721 (token não fungível).

ERC721 vs ERC1155: Tabela Comparativa

NFTs

Token Não Fungível no Stellar

O Stelar é outro protocolo popular baseado na tecnologia blockchain que permite aos usuários façam transações em qualquer parte do mundo, e é uma plataforma que está entre as formas mais acessíveis de enviar dinheiro para qualquer pessoa, em qualquer moeda de forma instantânea.

Eles recentemente começaram a usar NFTs também. Ele usa contas estelares para representar cada token não fungível, único e individual.

Cada token usa os metadados exclusivos que o distingue do outro token e é assinado digitalmente pelo criador da conta antes de ser armazenado no objeto IPFS. Em troca, o multi-hash do IPFS é usado como uma chave secreta para a conta / usuário associado ao token.

No entanto, tenha em mente que, ao contrário de outras formas comuns de NFTs, Tokens Não Fungíveis no Stellar não são negociáveis ​​no Stellar DEX.

Token Não Fungível para EOS

Já mencionamos os padrões NFT usados ​​no Ethereum, o ERC-721 e o ERC-1155. Existe também um padrão usado no NEO.

Mas, será que existe um Token Não Fungível para EOS? Sim, existe, e em alguns meses atrás, a UNICO e a EOS Cafe Calgary firmaram uma parceria para criar o Padrão Token Não Fungível para EOS.

Isso permite que os desenvolvedores criem NFTs no EOS, além do blockchain Ethereum e NEO.

Token Não Fungível para NEO

Existem várias equipes trabalhando no desenvolvimento e aprimoramento dos padrões da tecnologia NFT do NEO blockchain., e uma delas é uma equipe chinesa especialista em contratos inteligentes e líder de mercado, com diversas propostas de melhorias que podem ser acessadas aqui.

Em uma entrevista recente, o CEO da NEO, Da Hongfei mostrou seu interesse com as NFTs. Ele também alegou que eles estão trabalhando no padrão semelhante ao ERC-721 na blockchain Ethereum para NEO também.

Isto foi o que Hongfei disse em uma de suas entrevistas em julho:

“Nós tivemos um padrão que acabou de ser aprovado. Ele será fundido em nosso ramo principal. Tokens não fungíveis também são uma estratégia para o NEO. Quando os jogos atingem blockchain, você recebe itens colecionáveis. Esses itens colecionáveis ​​podem ser negociados em blockchain, então é perfeita a combinação.”

Em março, o fundador do Trinity Protocol, David Li também propôs seu padrão NEP-10 para Tokens Não Fungíveis na plataforma NEO. Este novo padrão é diferente do padrão NEP-5, que é usado para criar tokens fungíveis no NEO.

O Futuro dos Token Não Fungíveis

À medida que os usos mais práticos da tecnologia blockchain surgem e a blockchain se torna mainstream, você pode esperar que mais pessoas tokenizem seus ativos digitais e tangíveis no blockchain. Para isso, eles precisam de NFTs.

Já discutimos suas possíveis aplicações na indústria de jogos, licenciamento de software e manutenção de colecionáveis. Da mesma forma, as NFTs podem ser usadas para certificar a identificação e até mesmo a propriedade.

Outra possibilidade é a sua utilização no setor financeiro na indústria para tornar os ativos tradicionais como metais preciosos, ações ou títulos. Depende da futura migração desses ativos de alto valor para o blockchain no futuro.

As NFTs também podem se tornar uma tecnologia imutável e segura de manter credenciais acadêmicas, certidões de nascimento, identidades e garantias.

Considerações finais

Os Tokens Não Fungíveis são a mais nova novidade da comunidade blockchain que você precisará ficar de olho, pois as aplicações deste novo tipo de token ainda estão em progresso. Mas já estão se tornando populares principalmente devido ao seu uso em jogos, especificamente para monetizar ativos no jogo como o CryptoKitties.

* Isenção de Responsabilidade: O artigo não deve ser considerado como e não pretende fornecer nenhum aviso de investimento. As reclamações feitas neste artigo não constituem aconselhamento de investimento e não devem ser consideradas como tal. Faça sua própria pesquisa!


About Author

Olá, sou o Lucas! Graduando em Engenharia de Computação pela UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá. Apaixonado por tecnologia e desenvolvedor mobile com foco em Android nativo. Trabalho como freelancer nas horas vagas e sempre em busca de novos desafios.

Leave A Reply