Blockchain na Saúde: Exemplos e Aplicações

0

A necessidade por uma revolução tecnológica que emplaque todos os outros setores já se mostra necessária. Com a tecnologia melhorando a um ritmo acelerado, não há dúvida de que veremos novas mudanças até em nosso cotidiano. O setor de saúde aproveitará ao máximo as mudanças e equipar-se com os melhores serviços possíveis e a solução que se pode oferecer. A tecnologia que estamos falando que revolucionará a saúde é a blockchain. A blockchain pode mudar a forma como os médicos acessam os dados dos pacientes, como uma pesquisa clínica que pode ser facilitada com essa tecnologia.

Neste artigo, nós mostraremos as aplicações na área da saúde que a blockchain pode impactar. Esses casos nos ajudarão a entender melhor o impacto da blockchain na assistência médica. As aplicações na saúde com blockchain virão equipados com a mais recente tecnologia para resolver os desafios pelos quais a indústria da saúde está passando. O foco deve ser melhorar a qualidade nos cuidados de saúde e garantir que seja adotada uma abordagem centrada no paciente, em vez de maximizar o lucro. Não há como negar que o impacto da blockchain nos cuidados de saúde seja substancial no futuro. Agora, iremos te mostrar as melhores aplicações na área da saúde que a tecnologia blockchain deverá inovar num futuro muito próximo!

Infográfico da Blockchain para a Área da Saúde

 

Blockchain nos cuidados médicos

Antes de mergulharmos profundamente nas aplicações da saúde blockchain, primeiro precisamos entender a situação do sistema de saúde atual.

Blockchain Certification Course

Sistema de Saúde Atual

O atual sistema de saúde é antigo. Ele depende muito da interação entre paciente e médico e trabalha com dados limitados. O aspecto limitado nos cuidados de saúde resulta em um sistema de saúde medíocre que continua falhando em tirar proveito dos dados. Além disso, o processo atual para obter assistência médica é longo e tedioso no seu melhor. Tudo isso resulta numa manipulação não efetiva dos dados dos pacientes.

Cadeia de Suprimentos e Falsificação de Medicamentos

A cadeia de suprimentos também sofre com seus próprios efeitos adversos. Os principais problemas são: A possibilidade de haver manipulação nos preços, o fornecimento tardio dos produtos e muito mais.

A falsificação de medicamentos é outro grande problema, pois leva a grandes perdas para todo o setor de saúde. Os sistemas atuais da cadeia de suprimentos não são capazes de manter os medicamentos falsificados sob controle. Isso leva a uma enorme perda de cerca de 200 milhões de dólares no setor da saúde.

Segmentação de Dados e Sem Gerenciamento Adequado

A manutenção de dados na assistência médica é outro aspecto em que o atual setor falha. As Informações críticas e dados sobre os pacientes estão espalhados por todos os sistemas e departamentos, sem nenhuma maneira de obter as informações certas no momento certo. Isso leva a problemas e atrasos quando um médico tenta aprender sobre o paciente. Mesmo os pacientes que estão sob atenção máxima, pois têm muitos relatórios de diferentes médicos, que são difíceis de gerenciar em um único lugar. Devido à falta de disponibilidade de dados críticos, muitos sistemas de assistência médica não fornecem o tratamento necessário aos pacientes. O sistema de gerenciamento também é afetado, pois muitos usuários são desorganizados e não estão equipados com as ferramentas certas para um processo tranquilo.

Armazenamento e Segurança de Dados de Assistência Médica

Outro problema no qual o sistema de saúde tem que lidar é o mau uso dos dados de saúde. Os dados são vendidos principalmente para empresas terceirizadas. Há mais para o problema de uso indevido de dados, que pode ser entendido através das estatísticas mencionadas abaixo.

  • Nem todos os relatórios clínicos são relatados nos EUA, o que significa perda de dados.
  • Os relatórios de saúde são preenchidos com informações errôneas.
  • Organizações de saúde em casos de violações de dados perderam 380 dólares por registro.

O motivo para o manuseio incorreto de dados é o uso de sistemas desatualizados, como bancos de dados, que não estão conectados à maioria dos sistemas e aplicações de assistência médica. Além disso, algumas plataformas de saúde gostam de ter tudo local, o que torna ainda mais difícil encontrar informações relevantes, resultando em uma demora para os médicos. O custo também é afetado, o que dificulta a vida dos pacientes. Os cuidados de saúde atuais nos posicionam para as aplicações na saúde blockchain que discutiremos depois que soubermos como a blockchain pode resolver o sistema de saúde atual.

Como a Blockchain Vai Resolver os Problemas de Saúde

A Blockchain pode mudar completamente o sistema de saúde. Ela pode ajudar o setor de saúde a superar os desafios pelos quais está passando. Por exemplo, ele pode ajudar a melhorar o acesso universal, a integridade, a segurança, a rastreabilidade e a interoperabilidade. As aplicações na saúde da blockchain são a chave para melhorar a atual condição de saúde.

Com a blockchain, vários sistemas de saúde (HIS) podem se unir e trocar dados entre si, graças à estrutura distribuída que ele oferece. Então, quais desafios a blockchain pode resolver? Vamos listá-los abaixo.

Blockchain Certification Course

Interoperabilidade

Uma das maiores vantagens do uso da blockchain é a interoperabilidade que ele oferece. O HIS atual usa diferentes tipos de protocolos e padrões para garantir que os dados possam ser acessados ​​em hospitais.

A maior parte do uso de CDA, FHI, HL7 2.X para troca de dados e armazenamento. No entanto, isso pode levar à complexidade quando se trata de integrar novos sistemas ou plataformas. A solução é blockchain. A Blockchain pode resolver todos os problemas de interoperabilidade, pois atua como um banco de dados descentralizado. Os dados podem ser acessados ​​graças às APIs com foco no formato de dados padrão. A Blockchain também pode funcionar perfeitamente com as plataformas e protocolos atuais usados ​​para acessar e armazenar dados.

Integridade

A integridade da Blockchain também resolve muitos problemas que o setor de saúde atual está passando. Blockchain em saúde hoje percebe fortemente como os dados são transmitidos entre os sistemas. Isso leva a erros que anulam a importância dos dados armazenados.

Com a blockchain, a integridade nos dados pode ser mantida em todos os níveis o tempo todo. Também permite remover várias instâncias de dados obsoletos do paciente. Além disso, depois que os dados são carregados na blockchain, eles não podem ser alterados por agentes maliciosos, preservando a integridade dos dados. Apenas os pacientes podem alterar os detalhes quando trabalham com um médico. Há muitos estudos de casos da blockchain que apontam dicas na área da saúde que a blockchain pode trazer a integridade necessária para proteger os dados de serem roubados ou mal utilizados.

Segurança

A atual indústria tradicional de saúde sofre com vazamentos de dados que podem custar milhões de dólares. Sem uma solução adequada, eles dependem muito de tentativa e erro, e isso também não garante a segurança de todas as suas plataformas, incluindo a integridade dos dados. A adulteração de dados e o roubo estão se tornando uma grande preocupação e devem ser tratados adequadamente. A Blockchain utiliza criptografia de dados usando chaves privadas e somente o receptor pode descriptografar o conteúdo usando sua chave.

Em suma, podemos dizer facilmente que a blockchain oferece melhor segurança do que as soluções atualmente disponíveis no mercado.

Custo de Manutenção

O custo de manutenção também é um problema integral dos atuais sistemas de saúde. O sistema atual requer manutenção em diferentes operações e precisa de uma equipe especializada para garantir que todas as funções estejam sendo executadas de acordo e estejam em sincronia. A blockchain não sofre com este problema, pois é uma rede distribuída descentralizada.

Os dados são distribuídos pela rede, o que significa que não há um único ponto de falha. Se um nó ficar inativo, os dados podem ser obtidos de outros nós, pois há várias cópias dos dados na rede. Cada nó tem sua cópia do banco de dados. O mecanismo de backup é incrível, pois ajudará os hospitais a lidar melhor com as emergências. Outro benefício de ter um backup em cada nó significa que há menos custo de transação quando se trata de armazenar ou recuperar informações.

Acesso Universal

A blockchain fornece acesso universal a todos os seus usuários. Não depende de uma autoridade central que possibilita o acesso universal. As entidades autorizadas podem acessar facilmente os dados sempre que necessário, e todo o processo pode ser automatizado com diferentes mecanismos semelhantes aos contratos inteligentes. Em suma, blockchain para médicos é promissor e também deve ser encorajado no ambiente de trabalho.

Blockchain na Saúde: Aplicações e Aplicativos

Há uma abundância de exemplos da blockchain na saúde. Vamos discuti-los abaixo.

  1. Rastreabilidade de Medicamentos

Problema: O problema da falsificação de medicamentos é um dos maiores problemas no setor de saúde. Com cerca de 10 a 30% dos medicamentos falsificados, é mais do que tempo para os institutos de saúde corrigirem-no para sempre. Não só eles perdem milhões de dólares de receita, mas também afetam os pacientes. Neste momento, a quantidade de medicamentos falsificados gera 200 bilhões de dólares por ano. Os dois principais países que são o maior produtor de medicamentos falsificados são a China e a Índia. Esse é um problema enorme que precisa ser corrigido usando blockchain. Medicamentos falsificados são geralmente mais nocivos, pois não contêm os ingredientes necessários, ou consistem em ingredientes diferentes e nocivos a saúde.

Solução: A blockchain pode resolver todos esses problemas, fornecendo a segurança e rastreabilidade das drogas. A Blockchain funciona adicionando transações ao bloco. Essas transações são imutáveis ​​e também têm registro de data e hora para verificação posterior. Então, se toda a cadeia de suprimentos for movida pela blockchain, todos os problemas podem ser corrigidos. Este é um exemplo perfeito da aplicação de blockchain na indústria farmacêutica.

O sistema de informações do hospital pode trabalhar com um blockchain privado, se necessário. A solução mais apropriada é usar um blockchain híbrido, com alguns aspectos sendo privado e outros públicos. Dessa forma, eles podem não apenas manter seus dados seguros, mas também se comunicar com outros sistemas e compartilhar informações públicas.

Todas as drogas precisam ser registradas na blockchain antes de começarem a circulação. Então, se um registro de drogas não for encontrado no blockchain, ele pode ser facilmente considerado falso e descartado da cadeia de suprimentos. Este método simples pode ser usado para verificar a autenticidade dos medicamentos.

A Blockchain também fornecerá uma solução de ponta a ponta, onde as plataformas podem trabalhar juntas. Os sistemas poderão rastrear drogas e melhorar todo o processo de fornecimento de medicamentos aos varejistas e pacientes.

Startups que se dedicam na resolução deste problema são: SAP Pharma Blockchain POC, Novartis, GEM e Chronicled.

  1. Ensaios Clínicos

Problema: O ensaio clínico é um método simples de testar um novo medicamento e sua eficácia em um ambiente controlado. Pode levar alguns anos para ser concluído. Não só isso, as empresas farmacêuticas precisam investir pesadamente em ensaios clínicos. Eles estão adicionando tudo isso, significando muito em jogo para as empresas. Com tanta participação, não há dúvida de que vemos fraudes em testes clínicos. As empresas também não admitem se fizeram alguma fraude por conta própria. Isso significa que deve haver uma solução transparente que permita que qualquer pessoa analise os relatórios clínicos e garanta que os resultados do estudo não sejam adulterados.

Ensaios clínicos produzem toneladas de dados. Inclui estatísticas, relatórios, pesquisas, imagens médicas, exames de sangue e assim por diante. O primeiro desafio para a equipe que trabalha nos ensaios clínicos é garantir que eles cuidem dos dados coletados de maneira adequada. Geralmente, torna-se muito difícil gerenciar os dados que levam a erros que não se destinam a estar lá em primeiro lugar.

Fraudes acontecem na forma de manipulação de dados. Alguns dados são mantidos ocultos e nunca chegam aos sistemas, enquanto outros são modificados para alcançar o resultado desejado. As organizações que estão conduzindo os testes nunca se manifestarão e dirão que manipularam informações. Outros problemas incluem o não compartilhamento de informações críticas antes do início de um estudo clínico. Coisas como protocolo de pesquisa, hipótese, métodos de armazenamento de dados não são compartilhados. A falta de transferência de informação durante as fases críticas do teste significa que modificações podem ser feitas mais tarde nos testes para alcançar os resultados desejados. Além disso, as formas são na maioria das vezes não competitivas e, portanto, fabricadas.

Solução

A blockchain pode atuar como o meio para facilitar os ensaios clínicos. Como a blockchain fornece integridade de dados, pode atuar como uma prova quando a autenticidade dos documentos precisa ser verificada. Também vamos adicionar novos dados que requerem outros nós para o processo de verificação. No geral, as redes distribuídas garantem que a integridade dos dados seja mantida e também garantem que nenhum dado possa ser modificado sem acesso autorizado.

A ideia simples de integridade de dados pode mudar a forma como os ensaios clínicos ocorrem. É um sistema sem lacunas e pode melhorar nossos cuidados de saúde para sempre. O termo que melhor se ajusta ao blockchain é um sistema que oferece “prova de existência”, o que significa que os dados podem ser verificados. Ele também usa o algoritmo de criptografia de alto nível SHA256 para garantir que os dados não possam ser modificados e hackeados por quaisquer agentes mal-intencionados de terceiros.

Startups que se dedicam na resolução deste problema são: Amgen, Pfizer e Sanofi.

  1. Gerenciamento de Dados do Paciente

    Problema

    Nossa saúde está prejudicada por questões variadas e preocupações com a saúde. Isso significa que cada paciente é diferente, o que dificulta o gerenciamento de dados do paciente. Como cada doença funciona de maneira diferente para diferentes pacientes, também não é possível criar uma estrutura ou usar uma estratégia de tratamento comum. Se o tratamento funcionou em um paciente, isso não significa que funcionará em todos com a mesma doença. Todas essas questões complexas tornam necessário ter registros médicos completos para o paciente. Isso permitirá um atendimento personalizado com foco no tratamento centrado no paciente.

    Outro desafio que passa pela maioria dos médicos é a falta de disponibilidade de informações. Isso pode resultar em tratamento do paciente, adicionando mais custos aos cuidados gerais de saúde.

    Os dados do paciente também não são seguros, pois os sistemas nos quais os dados são armazenados não são totalmente seguros. Os médicos também usam meios inseguros para compartilhar informações. Por exemplo, podemos facilmente ver os médicos compartilhando informações através da mídia social. Isso pode facilmente levar ao vazamento de dados do paciente. Além disso, os pacientes nunca são responsáveis ​​pelos seus dados. A propriedade dos dados também é um problema em que as organizações possuem principalmente os dados do paciente sem a devida permissão do paciente.

    Solução:

    A Blockchain fornece uma boa maneira de lidar com o gerenciamento de dados do paciente. Ele fornece uma maneira estruturada de armazenar dados que podem ser acessados ​​pelos profissionais certos. Os dados dos pacientes podem ser armazenados no blockchain e só podem ser mantidos acessíveis ao paciente, o médico que está lidando com o caso. O acesso pode ser revogado a qualquer momento, garantindo que o paciente tenha plena autoridade em seus relatórios médicos. Isso não significa que nem todos os dados estejam inacessíveis. Dados insensíveis estão disponíveis publicamente, que podem ser acessados ​​por organizações de assistência médica ou partes interessadas por meio da API. Isso garante uma colaboração adequada em diferentes sistemas. Os médicos também podem solicitar dados sempre que possível.

    Os pacientes também podem compartilhar seus dados sem revelar sua identidade. Isso é extremamente favorável para os institutos de saúde, pois eles podem usar os dados anônimos para melhorar suas pesquisas e sistemas de saúde. Os pacientes sempre controlam seus dados e decidem quem pode acessar os dados.

    Quando combinadas com a IoT, as pesquisas podem monitorar constantemente as condições do paciente, como batimentos cardíacos e outras funções vitais do corpo. Isso ajudará a melhorar os cuidados de saúde dos pacientes. A IoT, com a ajuda do blockchain, permite uma tomada de decisão mais rápida e poupa a vida do paciente em condições críticas de vida.

    Startups que se dedicam na resolução deste problema são: DokChain, Patientory, GEM, GuardTime

  2. Seguro Saúde e faturamento

Problema

O último problema que vamos discutir é as alegações de saúde. O faturamento e os pedidos de assistência médica estão repletos de atividades fraudulentas, com seu faturamento sofrendo mais. Hospitais são seus principais clientes que tratam da forma de cobrança de seus pacientes com serviços que nunca são feitos e são superfaturados em comparação aos padrões da indústria. Tudo isso é feito para maximizar o lucro, mantendo o interesse dos pacientes à distância. Não só isso, hospitais e médicos também são pegos muitas vezes na apresentação inadequada do estado de saúde do usuário, o que torna as coisas ainda piores.

Os intermediários dentro dos sistemas designados para verificar as a necessidade do seguro também é relutante em seu trabalho e deixam os usuários finais de fora de seu foco e sucesso do trabalho. As reivindicações demoram muito tempo para serem processadas, e é preciso visitar o escritório a qualquer momento antes de processá-lo.

Solução

A blockchain pode resolver tanto o processo de cobrança quanto suas reclamações. Se o processo de faturamento estiver conectado ao blockchain, não há chance de o provedor de saúde sobrecarregar um paciente pelos serviços ou adicionar um serviço que o paciente nunca realizou em primeiro lugar.

O gerenciamento de declarações também pode ser melhorado. Como a blockchain, pode ser reduzido para alguns minutos em vez de meses. Isso ocorre porque os intermediários serão removidos e a automação poderá assumir o controle de todo o processo de reivindicação.

Atualmente, não há startups ou organizações significativas trabalhando para resolver este problema.

Conclusão

A Blockchain é promissora e está pronta para entregar seus resultados no setor de saúde. Neste artigo, exploramos os diferentes casos de uso e aplicativos de blockchain. Nós cobrimos os problemas e suas soluções para que seja fácil para você entender como blockchain pode resolver os desafios que o setor de saúde atual está passando. A blockchain da saúde hoje está em seu estágio infantil, e podemos ver melhorias nos próximos anos. Então, você acha que o futuro é brilhante para a saúde com blockchain? Você acha que podemos ter mais usos de blockchain na saúde? Comente abaixo sua opinião, queremos muito saber o que você pensa sobre este assunto!


About Author

Olá, sou o Lucas! Graduando em Engenharia de Computação pela UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá. Apaixonado por tecnologia e desenvolvedor mobile com foco em Android nativo. Trabalho como freelancer nas horas vagas e sempre em busca de novos desafios.

Leave A Reply